Higienização de Indústria Alimentícia: o que sua empresa precisa saber – Indeba
Indeba

notícia

Higienização de Indústria Alimentícia: o que sua empresa precisa saber

segunda-feira, 6 de setembro de 2021 >> Postado por Cris

Quando o assunto é food safety a higienização na indústria alimentícia é um fator bastante relevante.

Essa tarefa pode até parecer algo descartável ou não prioritário, porém é algo que poderá impactar diretamente nos resultados da produção de produtos seguros.

Quer saber mais sobre a higienização nesse segmento? Confira o texto a seguir:

O que é a higienização de uma indústria alimentícia?

Como em qualquer lugar a higienização também conhecida como sanitização consiste na limpeza e desinfecção do ambiente ou superfície, com o objetivo de remover sujidades e/ou qualquer outro material portador de agentes contaminantes.

A limpeza é responsável por mais de 99,5% da remoção dos materiais indesejados, nesse procedimento é comum a utilização de agentes químicos, mais conhecidos como detergentes.

Já a desinfecção pode ser considerada a etapa mais crítica de todo o processo, visto que é responsável por diminuir a níveis aceitáveis os microrganismos que podem afetar a segurança dos alimentos.

Quais são as etapas do processo de higienização?

Em geral as etapas utilizadas no processo de higienização na indústria alimentícia são:

Remoção dos resíduos macroscópicos: o processo se inicia na remoção das sujidades grossas, ou seja, gorduras ou pedaços de alimentos que possam ter ficado sobre a superfície;

Pré lavagem: consiste na etapa de dissolução dos resíduos e demais impurezas encontradas, neste momento o ideal é fazer uso de água quente a no máximo 45°C;

Lavagem: utilizando soluções de detergentes, é o momento de eliminar os resíduos com maior grau de incrustação. Com isso é possível através da emulsificação/dispersão dos resíduos nos agentes químicos, resultando até na eliminação de odores;

Enxágue: chegado o momento de retirar a solução utilizada na etapa de lavagem.

Desinfecção: com uma composição sanitizante, podendo conter ou não ação detergente na sua formulação, é uma etapa que tem por objetivo reduzir o número de microrganismos a níveis aceitáveis;

Enxágue final: a fim de evitar uma contaminação química nos produtos que irão para a superfície e interferências no sabor e odor é feito a uma remoção final das soluções utilizadas nas etapas anteriores.

Uma dica para facilitar essa higienização é optar por equipamentos de fácil higienização, como por exemplo os desmontáveis ou aqueles que possuem cantos mais arredondados

Mas atenção, cada empresa deve definir os processos de higienização e posteriormente descrever em um procedimento documentado quais as diretrizes adotadas.

Como deve ser feita a elaboração dos processos de higienização?

Os processos de higienização, assim como os demais processos em uma indústria, são comumente chamados de Instrução de Trabalho (IT), Procedimento Operacional (PO) ou procedimento operacional padronizado (POP).

Independente de como for a nomenclatura adotada em sua indústria, os procedimentos devem ser escritos de forma clara e objetiva, assim ficará de fácil entendimento para seus funcionários – é imprescindível que um profissional qualificado da área seja o responsável, assim o processo será adequado às reais necessidades.

O método escolhido pode ser:

Quais informações devem constar nos procedimentos?

O procedimento de higienização na indústria alimentícia específicos para áreas, equipamentos e utensílios, devem conter as seguintes informações:

  • Qual a superfície necessária de higienização;
  • Método de higienização;
  • Solução e medidas a serem utilizadas;
  • Tempo de ação dos agentes químicos durante o processo;
  • Temperatura (se necessário);
  • Se necessário desmontar o equipamento, orientar de como realizá-lo;
  • Cronograma de limpeza e higienização (departamento, equipamento/utensílio/local, periodicidade, procedimento e responsável)

Você ainda pode usar pastas fixas plásticas para proteger seu procedimento, assim vai evitar que durante a limpeza o material seja consumido por excesso de umidades.

Assim que terminar o procedimento de higienização deve ser realizada uma avaliação visual para checar sua eficácia, caso seja entendido que a limpeza não foi adequada deve ser solicitado que seja refeito.

Gostou de nossas dicas? Então siga acompanhando nossos conteúdos!