Atualização de processos de higienização na Industria Alimentícia – Indeba
Indeba

notícia

Atualização de processos de higienização na Industria Alimentícia

quinta-feira, 9 de setembro de 2021 >> Postado por Cris

Uma coisa é certa, a tecnologia e a legislação são dois pontos que devemos estar sempre atentos e prontos para nos adaptarmos, certo? Afinal, as mudanças que esses fatores trazem impactam diretamente em nossa rotina e processos do dia-a-dia. 

Órgãos competentes por inspeções, novos maquinários, nova equipe, tudo isso por impactar na qualidade da higienização realizada na rotina de sua empresa e até mesmo em como seus clientes te enxergam.

Correr risco? Prejudicar-se? Perder clientes e até mesmo o direito de manter sua empresa funcionando? Isso NÃO! Então dê uma lida nesse conteúdo que preparamos para você:

A higienização na indústria de alimentos

Ninguém quer ter os alimentos produzidos causando doenças e sendo mal recebido por seus clientes. 

A higienização é uma forma de garantir que a qualidade e a pureza desses alimentos sejam preservados, adote o ato de limpeza e desinfecção realizada nos equipamentos, utensílios e área de produção e garanta a sua inocuidade

Mas afinal, o que compõe a higienização? 

3 Conceitos básicos de higienização

Como você deve imaginar, a higienização é um conjunto de conceitos aplicados no estabelecimento, contendo obrigatoriamente os processos apresentados abaixo:

  • Limpeza:

A primeira etapa da limpeza começa quando é feita a remoção de materiais indesejados, ou seja, aquelas sujidades grossas como pedaços, migalhas, gordura, poeira, etc.

Esse primeiro momento deve ser separado em três etapas. 

Sendo elas: retirada dos resíduos macroscópicos que se encontram sob a superfície; pré-lavagem, onde com uso de água fazemos a dissolução das impurezas e; lavagem, é neste momento que o responsável deve utilizar detergentes a fim de eliminar odores e resíduos microscópicos.

  • Desinfecção: 

A segunda etapa inicia no momento em que começamos utilizar agentes químicos ou físicos com o objetivo de eliminar microorganismos e bactérias.

  • Sanitização:

Assim como a desinfecção, a sanitização é um termo muito utilizado na indústria de alimentos e bebidas que se de define como o procedimento que utiliza agentes químicos ou físicos para diminuir bactérias e microrganismos.

Olhando de uma forma macro, o processo de higienização de alimentos é feito da seguinte forma: remoção das sujidades e/ou pré-lavagem, limpeza com detergentes, enxágue, desinfecção/sanificação e o último enxágue.

3 motivos para a atualização de processos de higienização 

Diante da importância da atualização dos processos, e consequentemente da preocupação em garantir que nenhum erro impacte na qualidade de seus produtos, podemos citar alguns pontos que vão te fazer entender a necessidade dessa atualização.

  • Garantir a integridade dos produtos: uma limpeza sem falhas irá permitir que os alimentos produzidos estejam livres de contaminações;
  • Fiscalização sanitária: os fiscais podem estar atentos a sua empresa e qualquer erro pode ser decisivo para manter seu negócio em funcionamento;
  • Bom funcionamento dos equipamentos: quando é feita a troca de qualquer equipamento na área é necessário estar atento às orientações do fornecedor para a limpeza (montagem e desmontagem, produtos indicados, etc.);

A fim de auxiliar nossos parceiros, nós da Indeba realizamos diagnósticos da realidade e da rotina de higienização de forma especial para a empresa, podendo assim garantir que nossos parceiros estejam atualizados de acordo com suas atividades.

Quer saber mais? Entre em contato e converse com um de nossos atendentes sobre.